Como não cair no golpe da redução de juros? Um advogado especializado pode me ajudar?

Quem sofre com a alta cobrança de juros deve ficar tentado para quem oferece vantagens na redução das taxas e não cair no golpe da redução de juros.

Não é difícil encontrar contratos que tenham juros abusivos e é justamente por causa disso que algumas consultorias oferecem reduções no valor do financiamento. Quando falamos de carros, o consumidor deve (e muito) desconfiar quando a consultoria promete uma redução de 50% a 70% do valor das parcelas. 

Simplesmente porque reduções tão altas como essas, não existem. Análise da revisão do contrato em um ou dois dias, garantia da conclusão de todo o processo em menos de um ano, solicitação do pagamento em juízo das prestações que faltam ou pedido de suspensão do pagamento das parcelas do financiamento? desconfie, algo está muito errado.

Quem sofre com a alta cobrança de juros pode ficar tentado ao ver comerciais de consultoria oferecendo tantas vantagens. Ao chegar no local, a revisão dos financiamentos costuma ser feita em horas, de forma bem prática e, aparentemente, segura. A partir daí, é dado um prazo ao cliente. No cumprimento do prazo, uma ligação para pedir mais dinheiro. E, depois, o sumiço. 

Redução de juros do financiamento de imóvel ou veículo

Veja bem: nenhum juiz vai entender como correta a redução de 70% do valor da prestação, pois em muitos casos essa redução seria o equivalente a pagar menos menos do que o preço original do veículo. A redução máxima que o consumidor pode conseguir em caso de cobrança abusiva de juros é de 25% do valor das parcelas.

Não importa qual seja a orientação da consultoria, você jamais deve deixar de continuar pagando as parcelas. Pagar a metade de uma parcela, por exemplo, é algo que apenas o juiz poderá solicitar. 

Portanto, se você constatar que está pagando uma quantia injusta (superior à estipulada em contrato ou que esteja em desacordo com a legislação), deve ser feita uma análise das cláusulas do contrato de forma criteriosa, junto a um advogado sério, de sua confiança, para que seja avaliado se vale o risco de entrar com uma ação na Justiça.

Em caso de atraso das parcelas, é indicado o consumidor buscar um acordo amigável com a instituição financeira. Um caminho importante para quem busca revisão contratual é procurar um órgão de defesa do consumidor, para que a dívida seja devidamente analisada.

𝐐𝐮𝐞𝐫 𝐟𝐚𝐳𝐞𝐫 𝐮𝐦𝐚 𝐩𝐞𝐫𝐠𝐮𝐧𝐭𝐚?  Deixe um comentário para nosso time de especialistas ou fale através do Whatsapp (71) 98603-1838, ou no telefone (71) 3351-1839. Será um prazer orientá-lo!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Onde nos encontrar

Souto Costa Advogados Associados © 2020 Todos os direitos reservados. Configurações de Cookies. Política de Privacidade.