O que fazer para negociar dívidas com o banco?

Contrair uma dívida com o banco e não ter condições de pagá-la pode significar “entrar no vermelho” por tempo indeterminado. Renegociar o débito com a instituição financeira é a melhor saída para não se tornar inadimplente e, por consequência, ser negativado em cadastros de proteção ao crédito. 

É possível negociar a dívida antes mesmo de se tornar inadimplente ou ser alvo de um processo judicial. O consumidor pode entrar em contato e tentar fazer uma conciliação com a instituição financeira. Se o caso já estiver no judiciário, existe possibilidade de bloqueio de contas ou penhora de bens. 

Um profissional especializado em renegociação de dívidas pode agilizar o acordo e ainda obter melhores condições para o pagamento. 

Para o consumidor que está inadimplente, é comum passar a receber cobranças, que precisam também ser analisadas cautelosamente, pois não podem ser abusivas. São proibidas ameaças, ligações fora do horário comercial ou para o local de trabalho do consumidor. São casos passíveis de indenização. 

É possível que o banco entre com processo e tente obter o bloqueio do patrimônio do consumidor. Se isso acontecer, o advogado deve agir com ainda mais urgência para evitar medidas cautelares que prejudiquem o cliente. 

Ao negociar uma dívida, fique atento a novas cobranças abusivas. Os juros e condições impostas não podem ser excessivos e devem caber no orçamento do consumidor. Taxas de juros abusivas e outras cobranças podem ser alvo de uma ação revisional de contrato, na qual o consumidor pode ser indenizado pelo pagamento de valores excedentes.

𝐐𝐮𝐞𝐫 𝐟𝐚𝐳𝐞𝐫 𝐮𝐦𝐚 𝐩𝐞𝐫𝐠𝐮𝐧𝐭𝐚?  Deixe um comentário para nosso time de especialistas ou fale através do Whatsapp (71) 98603-1838, ou no telefone (71) 3351-1839. Será um prazer orientá-lo!

Onde nos encontrar

Souto e Costa Advogados Associados © 2020 Todos os direitos reservados.